Olá pessoal

Tenho alguns livros que chegaram aqui pra mostrar, vou começar com a troca que fiz com a Neli Knupp (eu mandei coisinhas de scrap) e escolhi alguns títulos juvenis pra Clarinha se distrair, meu mesmo nessa remessa só vieram 2, mas tá bommm demais!

Olhem aí...

Nós já estamos combinando a 4ª troca, duas viciadas, eu sei, eu sei, kkkk

Depois volto com os outros!

bejinhos

Leila
Olá pessoal

Acabei de terminar mais um livro da Teresa Medeiros e gostei bastante também. Mais uma leitura gostosa e fluida, tá certo que esse achei que demorou um pouquinho pra engrenar, mas depois foi...

Esses romancinhos são bem clichês né? mas é isso que eu espero mesmo desses livros, gosto de lê-lo para relaxar e me distrair, esse foi mais uma releitura dos contos de fadas só que ao invés de termos uma bela adormecida, tivemos um moço despertado pelo beijo da mocinha, hehehe, gostei da inversão.

Enfim...vale perder umas horas com essa leitura delicinha!

Um Beijo Inesquecível - Laura Farleigh precisava de um marido. Se quisesse manter um teto sobre a cabeça dos irmãos, a orgulhosa filha do reitor teria de casar até ao dia do seu vigésimo primeiro aniversário. Ao encontrar inconsciente na floresta um misterioso desconhecido de rosto angelical e corpo de Adónis, que não se lembrava do nome e do passado, decide reclamá-lo como seu. Mal sabia ela que aquele anjo caído era afinal um demónio disfarçado. Sterling Harlow, o famoso devasso conhecido como o «Demónio de Devonbrooke», acorda com o beijo encantador de uma formosa jovem que lhe confessa ser ele o seu prometido. Com as faces beijadas pelo sol e sardentas, Laura é uma jovem inocente apesar do encanto feminino das suas curvas. Quando lhe garante ser ele um perfeito cavalheiro, Sterling pergunta a si próprio se, para além da memória, terá perdido o juízo. Juraria não ser homem para se satisfazer apenas com beijos - principalmente os da doce e sensual Laura. Tentando descobrir a verdade antes da noite de núpcias, um beijo inesquecível ateia a paixão que nenhum deles alguma vez esquecerá.


Bom, é isso por hoje!

beijinhos

<3
Olá pessoal

Voltei rapidinho com mais um livro lido, esse foi bem fluido e muito gostoso de ler (mais uma indicação da guru dos romances de época Neli Knupp, heheh).

Teresa Medeiros, uma autora que nunca tinha ouvido falar e pelo que vi não tem nenhum livro lançado no Brasil, mas que tem uma escrita legal e te faz apaixonar pelos personagens, principalmente as crianças que roubam a cena em boa parte do livro, pq afinal 12 filhos é muitaaa coisa.

Bannor também tem seu charme (tanto que o título original é Charming Prince), um guerreiro voraz, todo cheio de cicatrizes de guerra e lógico lindo e sensual de morrer!!!

Willow é a típica gata borralheira altruísta e maternal, aliás, esqueci de comentar que é uma releitura de contos de fadas né?, aqui a mistura é da história da Cinderela com a Bela Adormecida, e pq não A branca de neve os "12" anões!???

Enfim, um livro bem fofo!

Charming Prince - O valente Lorde Bannor de Elsinore necessitava com urgência de uma mulher sensata que cuidasse de seus filhos órfãos e o mantivesse afastado da tentação carnal. Enquanto isso, a jovem Willow sonhava com um príncipe encantado que a libertasse de sua mesquinha família. Ambos contraem matrimônio, mas nenhum dos dois encontra o que procurava. Willow se sente como uma intrusa no castelo, com um aprumado marido que não a quer em seu leito. Logo descobrirá que não é aindiferença o que está no coração do impetuoso guerreiro, a não ser um desejo tão real que acabará por derrubar todos os muros, uma paixão tão ardente que nada poderia apagá-la.

ENTRE O ARDOR DA BATALHA
Aceitar uma oferta de matrimônio era a única maneira que tinha Willow de escapar de sua detestável família. Como ia adivinhar que lorde Bannor, seu bonito marido, já era duas vezes viúvo e pai de uma penca de meninos, legítimos e naturais, dos quais ela teria que cuidar? Decepcionada e ferida, convencida de que não tinha nenhum atrativo para seu marido, Willow se rebela. Com feliz assombro, descobrirá que seu inimigo conta com armas secretas e é capaz de converter a rendição no maior dos prazeres.
E A DOÇURA DA RENDIÇÃO
Lorde Bannor de Elsinore, o mais temível guerreiro da Inglaterra, não sabe como cuidar de seus indomáveis filhos. A única solução é procurar para eles uma mãe, uma mulher sensata que saiba educá-los, mas que sobre tudo não seja para ele uma tentação carnal que o leve a aumentar a família. Decidido a mostrar-se frio e distante, encarrega a seu fiel colaborador de lhe trazer uma mulher adequada... E assim aparece Willow, a jovem mais atraente, sensual e deliciosa que Bannor jamais viu.


Então é isso por hoje!

beijosss

<3
Olá pessoal

Voltei com o livro lido para a 3ª semana do #MLI2015 que teve como tema romance, drama ou contemporâneo...eu escolhi Marina de Carlos Ruiz Zafón (não sei bem se encaixa corretamente no tema, mas o importante é que li um livro que gostei, heheh).

Esse é o segundo livro de Zafón que leio e ambos foram juvenis e mesmo assim ameiii, como todos sabem tenho ódio mortal de livros juvenis e raramente, muito raramente abro uma exceção e com os dois de Zafón foi assim, li, gostei muito de sua escrita, dos seus finais não convencionais e de como ele vai nos guiando pela trama, sempre com suspense e alguma história bizarra e meio pro sobrenatural, amooo!

Marina é uma fofa linda, de beleza etérea e personalidade cativante e honesta, impossível não se encantar com ela. Oscar é um adolescente perdido no mundo, pelo visto com problemas familiares vivendo um internato e sedento de aventuras e ligações emocionais e humanas, que encontra na família de dois de Marina e Gérman, que não são nada comuns e têm um mundo próprio, mas que abrem os braços e acolhem esse menino introspectivo e carente.

Lógico que Marina e Oscar se metem aonde não devem, numa história antiga cheia de mistérios e crimes, algo além do imaginável e ai a coisa toda começa a engrenar...só lendo mesmo pra saber pq não vou contar nadica de nada, rs

Zafón seu lindo, amei!

Marina - Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões.

É um desses antigos casarões aparentemente abandonados que chama a atenção de Oscar, que logo se aventura a entrar na casa. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um cemitério, onde uma mulher coberta por um manto negro visita uma sepultura sem nome, sempre à mesma data, à mesma hora.

Os dois passam então a tentar desvendar o mistério que ronda a mulher do cemitério, passando por palacetes e estufas abandonadas, lutando contra manequins vivos e se defrontando com o mesmo símbolo - uma mariposa negra - diversas vezes, nas mais aventurosas situações por entre os cantos remotos de Barcelona. Tudo isso pelos olhos de Oscar, o menino solitário que se apaixona por Marina e tudo o que a envolve, passando a conviver dia e noite com a falta de eletricidade do casarão, o amigável e doente pai da garota, Germán, o gato Kafka, e a coleção de pinturas espectrais da sala de retratos.

Em Marina, o leitor é tragado para dentro de uma investigação cheia de mistérios, conhecendo, a cada capítulo, novas pistas e personagens de uma intrincada história sobre um imigrante de Praga que fez fama e fortuna em Barcelona e teve com sua bela esposa um fim trágico. Ou pelo menos é o que todos imaginam que tenha acontecido, a não ser por Oscar e Marina, que vão correr em busca da verdade - antes de saber que é ela que vai ao encontro deles, como declara um dos complexos personagens do livro. 


Bom, então é isso por hoje.

beijinhos e boa semana

<3
Olá

Voltei rapidinho, a tontura deu uma trégua e consegui ler esse livro fofo, fofo, fofo! É o livro 3 da série Fairy Tales da Eloisa James e gostei muito mesmo, mas o meu preferido ainda é o segundo, Milagre de amor.

Porém é impossível não se apaixonar por Olivia e Quin e até mesmo pelo querido Rupert e sua alma gentil e inocente. Georgiana também tem os seus encantos, mas é obvio que sua irmã gêmea e doidinha, Olivia, rouba a cena.

O que gostei nessa série da Eloisa é que todas as mocinhas são consideradas "maduras" para a época, ou seja, já passaram da idade de se casar, como se para o amor existisse idade, não é mesmo?

Estou numa fase totalmente fã dos romances de época e esse apesar de ser para a maratona literária não estava na minha TBR, mas dane-se, o que quero é ser feliz e ler um livro que me faça rir e/ou chorar é o que me satisfaz! Então...bora ler!

Duas Irmãs, Um Duque - Ele procura a noiva perfeita…
Ele é um duque em busca da noiva perfeita.
Ela é uma senhora… mas está longe de ser perfeita.
Tarquin, o poderoso duque de Sconce, sabe perfeitamente que a decorosa e elegantemente esguia Georgiana Lytton dará uma duquesa adequada. Então, porque não consegue parar de pensar na sua irmã gémea, a curvilínea, obstinada e nada convencional Olivia? Não só Olivia está prometida em casamento a outro homem, como o flerte impróprio, embora inebriante, entre ambos torna a inadequação dela ainda mais clara.
Decidido a encontrar a noiva perfeita, ele afasta metodicamente Olivia dos seus pensamentos, permitindo que a lógica e o dever triunfem sobre a paixão... Até que, na sua hora mais sombria, Quin começa a questionar-se se a perfeição tem alguma coisa a ver com amor.

Para ganhar a mão de Olivia ele teria de desistir de todas as suas crenças e entregar o coração, corpo e alma...
A curvilínea e ousada Olivia e a esguia e discreta Georgiana são gémeas, criadas pelos pais para serem noivas de duques. Tudo parece assegurado até que o futuro marido de Olivia, o tolo Rupert Blakemore, marquês de Montsurrey, faz dezoito anos e declara que «não irá casar até ter alcançado glória militar». Enquanto ele parte para a guerra contra Napoleão, Olivia vai com Georgiana conhecer Tarquin Brook-Chatfield, o viúvo duque de Sconce e possível pretendente de Georgiana. Mas Tarquin encanta-se imediatamente com Olivia, que tem de decidir se irá ou não arriscar desiludir Georgiana e Rupert retribuindo o afeto de Quin.


Bom, amanhã vou fazer um pouco de scrap e começar Marina da Zafón.

Beijossss
Olá pessoal

Consegui terminar mais um que estava há dias lendo...esse foi para a maratona literária, o tema da semana 02 - policial.

A sombra da lua de John Sandford... do começo até o meio eu não sabia dizer se estava gostando ou não, depois melhorou significativamente e gostei muito de como terminou, de como Virgil Flowers conduziu as investigações, como foi coletando as provas e pistas e juntando o quebra-cabeças.

É uma escrita meio diferente, meio permeada também com partes da vida dele e de sua vida de escritor, onde ele aproveitava os casos e ia montando a história do livro...enfim...o assassino me surpreendeu, a gente fica quase que o livro todo sem conseguir identificar quem é que está cometendo os crimes. Gosto quando é assim.

Tem mais dois livros com esse mesmo detetive só que eu ainda não me decidi se irei lê-los, vou amadurecer a idéia, mas valeu perder umas horas com esse livro. Fica a dica!

A Sombra da Lua - Acostumado a assumir casos difíceis, o investigador do Departamento de Detenção Criminal de Minnesota Virgil Flowers é mandado a Bluestem, uma pequena cidade do interior, para ajudar a polícia local a solucionar um crime que chocou a população: um casal de idosos foi morto em sua residência com requintes de crueldade.

Ao chegar à cidade durante a madrugada, Virgil é surpreendido por um incêndio no alto de uma montanha. A casa do fazendeiro Bill Judd é consumida pelas chamas e seu proprietário morre sob os escombros.

Bill era um homem recluso e odiado. Há muitos anos, esteve à frente de um esquema fraudulento que levou centenas de fazendeiros à falência. Embora o dinheiro nunca tenha aparecido, ele foi julgado e absolvido. Além disso, seu envolvimento com várias mulheres casadas era de conhecimento de todos na região.

Virgil não acredita em coincidências e fica intrigado com a morte do fazendeiro. Afinal, a pacata Bluestem passou duas décadas sem um único crime e nas últimas semanas foi cenário de três homícidios.

Determinado a encontrar uma ligação entre os assassinatos, o investigador começa a conversar com os moradores e a descobrir seus segredos. Contudo, revirar o passado de uma pequena cidade pode trazer sérias consequências para um forasteiro.


Bom, então é isso por hoje!

bjins
Olá pessoal

Estou super devagar com as leituras pois estou com uma crise de labirintite e ler tonta não rola né, rs

Então, hoje terminei de ler O beijo encantado da Eloisa James...é legal, achei Milagre de amor melhor, mas é fofo também...demorei a gostar do príncipe, mas como todo bom conto de fadas o final é o famoso felizes para sempre.

Gostei muito da personagem da Kate, forte, resiliente e super pé no chão...um pouco maltratada pela madrasta má como no conto original, mas é resoluta e no final rompe barreiras e dá uma guinada na vida.

Quem quiser um livro light, é uma pedida.

O Beijo Encantado - Ela não acredita em contos de fadas... nem em felizes para sempre
Forçada pela madrasta a ir a um baile, Kate conhece um príncipe… e decide que ele é tudo menos encantado. Segue-se um esgrimir de vontades, mas ambos sabem que a atracão irresistível que sentem um pelo outro não os levará a lado nenhum. Gabriel está prometido a outra mulher - uma princesa que o ajudará a alcançar as suas ambições implacáveis.
Gabriel gosta da noiva, o que é uma surpresa agradável, mas não a ama. Obviamente, deve cortejar a sua futura princesa, e não a beldade espirituosa e pobre que se recusa a mostrar-se embevecida. 
Apesar das madrinhas e dos sapatinhos de cristal, este é um conto de fadas em que o destino conspira para destruir qualquer oportunidade de Kate e Gabriel poderem ser felizes para sempre. 
A menos que um príncipe abdique de tudo o que o torna nobre… 
A menos que o dote de um coração indisciplinado triunfe sobre uma fortuna… 
A menos que um beijo encantado ao bater da meia-noite mude tudo.


Bom, é isso por enquanto, vou tentar terminar A sombra da lua ainda hoje pq estou flopando legal essa maratona literária, não li nada semana passada e essa tb está enrolada comigo e essa tontura toda, rs

bjinsss
Olá pessoal

Deixa eu mostrar os últimos livros que chegaram já há um tempinho por aqui...


A quadrilogia O Reino de Cordina da Nora Roberts
- Romance Real
- Mercadora de ilusões
- O príncipe playboy
- Noites de tentação

Também A verdadeira Bela da autora nacional Li Mendi e o Resgatado pelo amor da Nora Roberts.

Bom, é isso por hoje!

bjsss

<3
Olá pessoal

Essa semana fui um fracasso nas minhas leiturinhas, Matheus ficou dodói, Marcelo chegou de viagem, eu fui fazer umas encomendinhas de marcadores de páginas, enfim...tive pouco tempo para meus amados livros e assim sendo, flopei legal na maratona literária #MLI2015...mas...vamos correr atrás do prejuízo.

Li esse livro indicado pela Neli (mais uma vez, rs) Milagre de amor - Eloisa James e ameiii, livro super fofo e lindinho, ri, chorei, tudo na medida certa, do jeitinho que eu gosto.

É tipo uma releitura da Bela e a Fera, com personagens cativantes e interessantes. Ele um médico mal humorado e ela uma linda dama que tem sua reputação estragada ao namoricar um príncipe. Um casal que tem muitas coisas em comum e ao mesmo tempo muito diferentes também.

Simplesmente uma graça de livro. Super indico!


Milagre de Amor - Miss Linnet Berry Thrynne é Bela… Naturalmente, está noiva de um Monstro. 
Piers Yelverton, conde de Marchant, vive num castelo no País de Gales, onde, corre o boato, o seu mau humor arrasa todas as pessoas com quem se cruza. E também consta que uma lesão deixou o conde imune aos encantos de qualquer mulher. 

Só que Linnet não é qualquer mulher. 

Ela é mais do que simplesmente formosa: o seu espírito e encanto forçaram um príncipe a ajoelhar-se. E calcula que um conde se apaixonará loucamente por ela… em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não tem ideia do perigo a que o seu coração é exposto por um homem que poderá nunca devolver-lhe o seu amor. 

Se ela decidir ser realmente muito perversa… que preço pagará por domar o coração selvagem desse homem? 



Se ao menos o vestido de Miss Linnet Berry Thrynne não tivesse sido tão decotado, ou ela não tivesse sido apanhada a beijar aquele príncipe… Mas agora que todos pensam que Lisle está grávida do príncipe - e, por isso, ninguém a irá desposar – mais vale ela dar uma alegria ao seu pai desesperado e consentir casar com uma «besta». 

Um cirurgião brilhante, com reputação de perder a paciência - e uma ferida que se julga tê-lo deixado… incapaz - Piers, conde de Montague, deve receber de braços abertos uma futura noiva que tem já no ventre um herdeiro de sangue azul. Mas Piers não se deixa enganar pelo subterfúgio da senhora, e apesar de Linnet ser diabolicamente inteligente e encantadora, com uma beleza que ofusca o Sol, não haverá casamento da bela com o monstro. 

No entanto, Linnet acha o belo homem intrigante, e é óbvio a olho nu que «incapaz» não significa «desinteressado»…


Bom, é isso por hoje!

beijosss

<3
Olá pessoal

Voltei com o meu 7º livro lido da maratona literária, o negócio tá rendendo, heehehehe

Li o livro 2 da série As casamenteiras da Candace Camp e achei esse bem melhor que o primeiro, ainda não consegui rir e nem chorar, mas pelo menos foi mais interessante e emocionante que o primeiro, teve uma pitadinha de mistério além do nosso famoso romance improvável, mais uma vez uma solteirona que não queria se casar, rs

Um conde perdido quando criança e resgatado quando adulto, sem os traquejos sociais da época que se vê interessado numa solteirona de língua afiada e ferina, super sincera e franca, tida como uma dama de ferro. É lógicoooo que dariam um super par, mais uma vez sob a influencia pela querida Francesca (a casamenteira).

Um livro pra relaxar...

Conquista do Amor - O maior desafio dos cupidos... 



Lady Irene Wyngate jurou jamais se casar, e manteve os pretendentes a distância com sua língua ferina. Mas há um homem que ela não consegue assustar: Gideon, herdeiro do conde de Radbourne. Sequestrado quando criança, ele cresceu nas ruas de Londres. Ainda que tivesse reencontrado a família, Gideon se sentia mais à vontade em mesas de jogo do que nos salões de baile da alta sociedade. Quando Irene é considerada uma esposa em potencial para Gideon, ela declina a oferta prontamente. Mas não consegue deixar de atender ao pedido de Francesca Haughston para tornar Gideon um nobre civilizado o suficiente para atrair um bom casamento. À medida que Irene e Gideon se tornam mais próximos, ela cede pouco a pouco ao amor. Porém, terríveis segredos familiares vêm à tona... e suas consequências podem ser devastadoras...


Bom, é isso por hoje!

bjsss

<3
Voltei para mostrar as minhas páginas dos projetos literários do mês de junho, assim não fico atrasada, heheh

Fiz uma página tipo uma introdução do mês, onde colori toda a folha do back com lápis aquarelável e essa linda Gorjuss colori com distress ink.


Leitura Mágica, temas Lad lit e Romance Policial...


Depois tem o Desafio das Capas - tema estação do ano:

O projeto #52em52 e alguns livros extras...




Também li um livro com o Leitura em Grupo:

A Ana Luisa Hofmann também estará lançando uns desafios no grupo LM para agitarmos um pouco nossas leituras e álbuns e o primeiro deles é fazer uma página para o mini tipo uma capa com informações da leitora, a minha ficou assim...


Bom, então é isso, logo volto com as minhas conversinhas.

bjsss

<3
Olá pessoal

Sei que estou atrasada em mostrar as páginas dos projetos Leitura Magica, 52em52, Desafio das Capas e também dos extras do mês de maio e junho, masss...elas já estão prontas há alguns dias, porém tinha esquecido de fotografar e editar as fotos, vamos lá, começando por maio...

Leitura Mágica - Temas Livro com mais de 400 páginas e Autor(a) com a mesma letra do meu nome




Aqui um livro extra que ameiii, Para sempre Alice...

Agora vem o Desafio das Capas, Fundo preto, fui de dobradinha de Nora:

E as leiturinhas semanais do projeto 52em52, o que menos gostei foi No mundo da Luna, todos os outros 3 são muito bons, destaque para Candance Camp, autora muito muito boa!

Bom, então é isso por hoje pessoal, depois volto com as páginas de junho.

beijosss

<3
Olá pessoal

Estou firme e forte na #MLI2015 e para a leitura da vez escolhi O diário secreto de Lizzie Bennet, também proposta lá do grupo Leitura em grupo do Facebook, amooo!

O que dizer desse livro? è um livro fofo, com personagens engraçadas, algo bem rotineiro, com momentos de drama (pouco drama) e lógico, romance. É uma abordagem moderna de Orgulho e Preconceito, com um Darcy mais moderno, porém mesmo assim, introspectivo, cute depois que o conhecemos melhor.

Lizzie é uma atrapalhada que resolve expor sua vida e de seus familiares em videos no youtube como parte de sua tese da faculdade de comunicações e mídia social. É lógico que vários temas são abordados inclusive sobre ética, exposição pessoal, as vantagens e desvantagens de uma super exposição em redes sociais.

A família de Lizzie é um capítulo a parte, que povo doido gente, muito muito hilário, na minha opinião a mãe rouba a cena em vários momentos, nota 10 para a construção dessa família incomum e comum ao mesmo tempo.

Uma história bem moderninha e super leve, uma delícia de ler!

Se é pra relaxar, está indicado.

O Diário Secreto de Lizzie Bennet - Uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito, baseada na série The Lizzie Bennet Diaries.
Lizzie Bennet é uma jovem estudante de comunicação que resolve fazer um vlog como projeto para a faculdade, postando vídeos em que reflete sobre sua vida e a de suas irmãs. Quando dois amigos ricos e charmosos chegam à cidade, as coisas começam a ficar mais interessantes para as irmãs Bennet - e para os seguidores de Lizzie na internet.

De repente, Lizzie - que sempre se considerou uma garota bastante normal - se torna uma figura pública. Mas nem tudo acontece diante das câmeras. E, felizmente para nós, ela escreve um diário secreto...~
"O Diário Secreto de Lizzie Bennet é, com certeza, a melhor adaptação literária de Orgulho e Preconceito de todos os tempos. Um livro inteligente, muito divertido, muito Jane! Os amantes de Lizzie e Darcy precisam tê-lo na estante."


Bom, esse foi o 6º livro que li essa semana, foi quase 1 livro por dia e se eu continuar assim minha participação na maratona literária será muito boa.

Agora é escolher o próximo e cair dentro.
Olá pessoal

Deixei de lado por uns dias A dança do dragão e O nome do vento (que não está me prendendo) para me dedicar à Maratona Literária de Inverno e esta semana desde segunda estou meio que num intensivão de leituras, aproveitando também que maridão está viajando e eu estou só com as crianças, cachorras e tartaruga, rs

Bom, além dos temas para as 4 semanas da maratona também tem alguns desafios e um deles é "começar ou terminar uma série ou trilogia", na minha TBR eu tinha escolhido ler o primeiro livros dos Sullivans da Bella André, mas conversando com as meninas no grupo do LM resolvi mudar e ir de Candance Camp, assim li o livro 1 da série As casamenteiras.

Eu já havia lido outro livro da Candace e achei bem leve e até cômico, esse achei mais normalzinho, não ri em nenhum momento e também não rolou nenhuma lágrima, assim só dei 3 estrelas no Skoob, tem outros 4 dessa série e que pretendo ler, vamos ver se os outros são melhores.

Sou sincera gente, se gostei, gostei, quando amo, amo de paixão e não meço elogios, e quando o livro é mediano tb tenho que falar, esse ficou assim, nem foi e nem ficou, rsrs

Aposta no Amor - Num mundo em que o amor sempre fora um jogo, eles estavam determinados a vencer! 

Sem dote e já não mais no desabrochar da juventude, a srta. Constance Woodley perguntava-se por que um dos luminares da sociedade de Londres se interessara por alguém como ela. Mas, com a ajuda de sua benfeitora, ela foi transformada em uma donzela cativante, o que chamou ainda mais a atenção de Dominic, o lorde Leighton, um homem bonito e charmoso, mas que evitava o casamento a todo custo. 

Diante do olhar chocado de toda a sociedade, uma desconhecida e um rebelde mostrariam que, mesmo no cruel mercado do casamento, quando o amor está em jogo todas as apostas estão encerradas...


Bom, agora vou voltar pra leitura de O diário secreto de Lizzie Bennet que está muito bom.

bjsss
Olá

Hoje na hora do almoço vi a Neli Knupp (minha guru dos romances de época) indicando esse livro pras meninas do projeto Leitura Mágica, apesar de não ser um romance de época, encarei, afinal a Neli tem acertado em suas indicações, heheheh

E para minha grande e feliz surpresa o personagem mocinho da história é mestiço de índio comanche com irlandês, kkkk, ameiii demais, tenho uma quedinha por livros que tenham índios (me internem!!!).

Li 288 páginas sem nem sentir e olha que li o pdf no computador e odeiooooo!
Nem preciso dizer que é uma leitura fluida né? óbvio!

Uma professora solteirona numa cidadezinha no meio do nada e um mestiço super másculo só poderia resultar em uma história pra lá de caliente. Super gostei! rs

A Montanha dos Mackenzie - Ruth, uma cidade pequena do Wyoming, está prestes a aprender algumas lições com a nova professora local. Para começar, Mary Elizabeth Porter está decidida a convencer o jovem Joe Mackenzie a voltar para a escola. Mas Joe e seu pai, Wolf Mackenzie, sofrem o preconceito dos habitantes de Ruth por serem metade índios e metade brancos.

Além de todos os obstáculos morais, Mary enfrenta também a natureza inóspita da montanha dos Mackenzie e, em meio a uma forte nevasca, segue para a fazenda deles. No meio do caminho, encontra Wolf. Agora, Mary sabe que também terá de amaciar o coração amargurado de Wolf e ensiná-lo a maior de todas as lições da vida: a capacidade de amar e de se deixar ser amado.


Bom, então é isso!

Bora pro próximo! kkkkk

bjssss
Olá, olha eu aqui na madruga novamente pra fazer mais uma conversinha de um livro lido no dia, obaaa, hoje foram 285 páginas...

Um dos temas do Leitura Mágica desse mês é romance de banca, aproveitei esse Um amor para recordar da Suzanne Enoch e já fica também sendo um dos livros extras da Maratona Literária de Inverno.

Não tem muito o que falar desses romancinhos, pq todos seguem mais ou menos um padrão, uma fluidez de leitura, uma mesma linha...são bons para espairecer, porque não temos que pensar muito, é só seguir o fluxo, rs

Eu ultimamente estou gostando de leituras mais densas, com mais conteúdo, mas é como eu sempre falo, leu, tá valendo! Acho que toda forma de leitura é válida, qualquer livro sempre tem algo a nos acrescentar, seja na riqueza de vocabulário ou nos questionamentos levantados, que nos fazem pensar mais a fundo sobre um determinado assunto ou conceito.

Nesse livro o que me chamou a atenção foi a cobrança, a pressão depositada na personagem principal para corresponder a um pré-determinado modo de agir, viver e se submeter às vontades do pai e familiares, anulando sua personalidade, sua inteligencia e sua liberdade. Quem já não passou por algum tipo de cobrança nesse sentido? Ser o filho que os pais desejam? Fica a deixa...

Um Amor Para Recordar - Inglaterra, 1821 Uma dama de gelo... Um homem sedutor... Uma tórrida paixão! Jack Faraday é nobre, rico e sedutor. Um conquistador inveterado que finalmente encontra um desafio em Lilith Benton. Quando a beldade de cabelos negros e olhos verdes o esnoba em público, Jack jura vingar-se a qualquer custo, fazendo a jovem dama render-se ao seu charme! Tudo que Lilith deseja é um casamento respeitável, com um homem de bem. Por isso, quando Jack tenta seduzi-la, ela se dispõe a ignorá-lo. Mas o acidental envolvimento de ambos num trágico e misterioso episódio os obriga a se tornarem cúmplices na tentativa de recuperar o bom nome... E, de repente, a frieza e o desprezo dão lugar a uma paixão incontrolável! E enquanto o conquistador mais notório de Londres descobre uma súbita necessidade de ser respeitado, a mais respeitada dama de Londres se descobre tentando lembrar o que há de errado com alguns beijos roubados e escapulidas no meio da noite...


Bom, então é isso por hoje. Agora vou descansar e amanhã (ops, hoje mais tarde) começo algum livro novo, ainda não me decidi por qual!

bjsss

<3
Voltei mega ultra rápidoooo

Peguei esse livro Desaparecida da Catherine McKenzie de 320 páginas na tarde de terça-feira, acho q por volta das 18hrs e agora 1h03 de quarta feira já terminei, heheheheh...essa maratona se continuar assim vai render!

O livro é uma graça, sem personagens frescas, sem muito dramalhão, achei tudo na medida certa...questionamentos de vida, nada muito radical, enfim...um livro gostoso de ler, com alguma profundidade e leitura fluida!

Indico.

Desaparecida - Emma Tupper não existe mais. E por que não, então, inventar uma nova Emma Tupper?

“Só poeira. É como se eu tivesse sido apagada. Transformada em cinzas.”

Quem nunca sonhou em recomeçar a própria vida do zero? A jovem advogada Emma Tupper se vê diante dessa oportunidade quando volta para casa, após passar seis meses desaparecida na África. Surpresa, percebe que todos acreditam que ela estava... morta.

Emma descobre que sua antiga vida foi apagada. O apartamento onde vivia acaba de ser alugado para um novo inquilino, o misterioso fotógrafo Dominic. No escritório de advocacia, no qual construía uma carreira brilhante com chances de concorrer ao cargo de sócia, sua rival Sophie se apossou não só de seus clientes e de sua sala, mas também de seu namorado, Craig.

Enquanto tenta resolver o caos no qual seu mundo se transformou, Emma se questiona: ela era feliz antes de sua viagem à África? Tinha valido a pena se sacrificar tanto em nome do trabalho? Amava Craig de verdade? Queria mesmo ter aquela vida de volta? Romântico e espirituoso, Desaparecida revela a envolvente trama de uma mulher à procura de si mesma. 


Bom, esse livro se encaixa em um dos desafios da #MLI2015 - Um livro com figuras ou ilustrações e também no Desafio das Capas com a temática "algum elemento da natureza". Aqui matei dois coelhos com uma cajadada só (again)!

Bora pro próximooo
Olá pessoal

Eis que li o livro Perdido em Marte em menos de dois dias, livro bom é assim, rendeeee que só!

Bom...esse livro é pro tema ficção científica do #MLI2015 e também pro #LeituraMágica. Vou tentar encaixar os livros da maratona literária aos outros desafios que já participo.

Amei amei amei e ameiiii esse livro, tanto que até favoritei no skoob e dei 5 stars! Estou agora ansiosíssima pelo filme estrelado pelo Matt Damon.

O livro é divertidíssimo, tem partes de química, física, engenharia mas corre tudo de boa, de nenhuma forma é cansativo, o personagem é tão cativante que ficamos o tempo todo torcendo por ele e suas trapalhadas darem certo.

É obvio que muitos imprevistos acontecem, ele é inteligente pra caraca e sai bem de muitas situações, mas também faz umas merdas e nos divertimos mais ainda com os seus auto-diálogos!

Enfim...leia, SUPER VALE A PENA!!!

Foto para o desafio Leia ao ar livre do #MLI2015

Perdido Em Marte - Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

Bom, é isso por hoje, bora começar o próximo livro!
Olá pessoal

Nossa, 6 dias sem aparecer por aqui....essa semana foi meio estranha, fiquei praticamente 3 dias sem ler nadaaaaa, quase me causou uma crise de abstinência, kkkkk

Mas vamos lá que adiantei a leitura da semana 27 do projeto #52em52 pq hoje à meia-noite começa a maratona de inverno 2015, uhuuuuuu, minha primeira maratona, vamos ver como me sairei!

Mas voltando ao assunto do post, pra essa semana escolhi o terceiro e último livro da trilogia da gratidão da diva Nora Roberts! Nesse livro temos a história de Phillip Quin e a dra. Sybill Griffin (que é...SPOILER...tia do Seth, isso mesmo) alguns mistérios são desvendados nesse terceiro livro, of course, quem é Seth, qual sua relação com Ray Quinn...tudo se encaixa e também há o desenrolar do romance de ambos, bem bem legal mesmo.

Gostei muito dessa trilogia da Nora, mas de todos os livros o meu favorito é o segundo, o do Ethan e da Grace, dois foufos!

INDICOOO!

Protegido pelo Porto - No terceiro e último volume da Trilogia da Gratidão, os três homens que se uniram num momento de necessidade, a fim de honrar o último desejo do pai, estão novamente reunidos. A família Quinn nunca esteve tão fortalecida. Entretanto, os meses passam, e a sua força e união são colocadas em teste, mais uma vez.

Phillip Quinn fez de tudo para sua vida parecer perfeita. Com uma carreira bem-sucedida e um apartamento com vista para o mar, em Baltimore, sua vida nas ruas ficara definitivamente para trás. Entretanto, bastou olhar para Seth, e Phillip recordou o menino que ele próprio fora no passado.Phillip pretendia cumprir a promessa que fizera ao pai em seu leito de morte, razão pela qual considerava Seth como uma obrigação. Jamais imaginara que pudesse vir a amar o menino. Em pouco tempo, sua promessa ao pai deixou de ser apenas uma obrigação. E o futuro de Seth como membro da família Quinn parecia assegurado... até que uma estranha chega à cidade. Ela alegou estar fazendo pesquisas na pequena St. Christopher para seu novo livro, mas o verdadeiro objetivo de suas observações são os Quinn. Reservada e distante, ela deixa Phillip intrigado. Ele está determinado a desvendar as suas verdadeiras intenções, mas ela esconde um segredo que tem força o bastante para ameaçar a vida que os irmãos haviam preparado para Seth. Um segredo que pode separar a família... para sempre.



Bom, é isso por hoje!

beijos beijos

<3